Archives fevereiro 2012

Em comemoração do seu 5 aniversário, TubeOhm est dando a todos os usuários TubeOhm um presente: Alpha-Ray, um plugin de instrumento disponível para Windows.No um simples lançamento Freeware, Alpha-Ray dito ser um sintetizador especial que inclui recursos especiais da TubeOhm. A verso completa do Alpha-Ray est disponível gratuitamente, no entanto, vai custar 4,95 euros (aproximadamente R$11,00) para desbloquear a seo de efeitos do plugin. Você ainda poder usar os efeitos na verso freeware, você simplesmente no ser capaz de salvar as configurações.

Recursos em resumo:2 Main e um sub-oscilador/10 vozes de polifonia.2 Main e 1 mod LFO (roda pitch), tempo de sincronização com o host e de sincronização de fase.3 Filtros, um 6dB HP, uma escada de 24 dB, e um principal 12dB, filtro variável. O filtro de 6 B acoplado ao filtro principal d um filtro BP.OSC FM com OSC 1 2 e SYNC com OSC OSC 1 2. Ultrapassarem Polyphonic para OSC 1, 2, e osc sub.Auto Portamento, modo ativa o portamento quando 2 teclas so tocadas no modo Mono.Aftertouch para a modulação melhorado para o filtro e a modulação de pitch.Manual em 4 idiomas (Alemão, Inglês, Francês e Italiano). Desbloqueado o Alpha-Ray, permite salvar as configurações de efeitos por patch: Overdrive, chorus, Delay’X’ e modo normal, sincronização de ritmo com sua DAW. Reverb especial, cluster delay, reverb normal, entre outros efeitos exclusivos. Você pode obter Alpha-Ray para Windows (VST) gratuitamente no site da TubeOhm, para usar os efeitos é preciso ser desbloqueado (permitindo que as configurações sejam salvas) após a compra de uma licença de ONZE REAIS . Para mais informações sobre o plugin, visite tubeohm.com.

DOWNLOAD: http://www.tubeohm.com/TubeOhm/ALPHA-RAY-PIC.html

Clique para ampliar

MOTU lançou uma nova versão do Performer Digital 8, uma grande atualização para seu software carro-chefe de estação de trabalho de áudio digital. Reconhecido em todo o setor como um aplicativo de estação de trabalho principal para Mac, Digital Performer 8 estará disponível tanto para Mac OS X e Windows 7. Durante as demonstrações, a MOTU estreou outras novas funcionalidades, incluindo um novo motor de reprodução de vídeo, Punch Guard (novo recurso de gravação), 14 temas da nova interface do usuário, e 15 novos plug-ins incluídos.

“Com uma longa história de inovações, o Digital Performer é amplamente considerado um líder em tecnologia de software de áudio”, disse Jim Cooper, Diretor de Marketing da MOTU. “Estamos empolgados em levar o papel de liderança do Digital Performer de um desempenho excepcional e inovação para artistas baseados em sistemas Windows de gravação, produtores, engenheiros, remixers, compositores e para quem procura música de desktop avançada e produção de áudio.”

DP8 irá operar no modo 32-bit ou 64-bit no Mac OS X e Windows 7. No Windows, ele irá suportar plug-ins VST e Rewire. Na demonstração, o MOTU DP8 estava rodando em Workstations HP Z  e HP EliteBook.

Namm 2012 (Inglês)

Namm 2012 Motu DP8 Windows & Plug-insDigital Performor by Rock oN Report

Outras novas funcionalidades DP8:

Entre as novas funcionalidades, o Punch Guard vem dar quatro segundos extra de buffer de gravação tanto antes como depois de se gravar uma (ou mais) pistas, permitindo-nos assim ficar com aquele espacinho extra que às vezes faz com que um take pareça que foi cortado à faca. Agora, com este tempo extra, mesmo nas “picagens”, é possível acertar ao milímetro qualquer pista de áudio, sem medo de termos começado a gravar em cima ou então de termos acidentalmente cortado a frase. Novo motor de vídeo que permite visualização em tela cheia de tela completa 720 ou 1080 clips de vídeo HD em um monitor de computador primário ou secundário, ou em um HDMI convencional ou monitor de vídeo SDI conectado a uma interface de vídeo MOTU, como o Express HD ou HDX-SDI.

Temas Digital Performer permitem que os usuários a mudar toda a aparência do software com um clique. DP8 acrescenta 14 novos temas, incluindo “Hi-Fi”, “ArCTiC”, e “None More Black”.

MOTU demonstrou também, 15 novos plug-ins para ser incluído no DP8, incluindo dois novos modelos de amplificadores de guitarra clássica, um modelo de cab para baixo, vários pedais de guitarra clássica, delay analógico modelado, um equalizador,  multi-band dynamic, um de-esser, um enhancer para sub-kick, e Springamabob, um processador de reverb spring modelado fisicamente.

Digital Performer 8 será lançado na Primavera de 2012.

A MOTU também demonstrou o suporte do iPad para CueMix FX, o motor de mixagem e efeitos de processamento da linha atual de interfaces de áudio. Com uma atualização de software simples, os usuários de interface de áudio da MOTU serão capazes de controlar a sua mix e processamento de recursos na sua interface de software MOTU no iPad OSC-compatível, que proporcionam um controle gráfico, Multi-Touch do hardware mixer, EQ, compressão e reverb. Suporte de iPad para CueMix será lançado como uma atualização de software livre na Primavera, 2012.

Fonte:  MOTU

Studio One e Melodyne: Tecnologia ARA [Audio Random Access]

A empresa de Softwares Celemony foi premiada com um Grammy por mérito técnico.

A empresa com sede em Munique foi homenageada pela Academia de Gravação com seu Grammy técnico, que dada em reconhecimento a contribuições de significado técnico excepcional para o campo da gravação” em 11 de fevereiro Celemony lançou um produto chamado Melodyne a cerca de 10 anos atrás, que ofereceu uma nova abordagem para edição de áudio.

O Melodyne conta hoje com muitos músicos e produtores de renome entre os seus clientes. O guitarrista do The Who Pete Townshend diz a respeito do software como “um milagre”, Ultravox cantor do Midge Ure chama isso de “magia negra”, o produtor Dr. Luke de Katy Perry e o multimídia visionário Peter Gabriel diz amar o software, e a lenda do jazz Herbie Hancock considera um “must-have “para os músicos.

Em seu discurso de aceitação, Peter Neubcker em uma alusão a sua formação filosófica e matemática, explicou a sua visão singular, e descreveu os princípios e o espírito da empresa. Ele também agradeceu a Academia de Gravação, a equipe da Celemony, muitos amigos da empresa e, claro, todos os usuários do software Melodyne.

Estamos muito orgulhosos por esta grande honra e muito orgulhosos como uma empresa de software da pequena Munique para  receber o reconhecimento internacional tão notável para o nosso trabalho”, diz o fundador da empresa e inventor Melodyne Peter Neubcker.

Vídeo da premiação: http://www.grammy.com/videos/peter-neubacker-of-celemony-accepts-grammy-special-merit-award

 

Para quem não conhece o Melodyne Editor, confira o vídeo abaixo com legendas em português:

[video_player type=”youtube” youtube_force_hd=”hd720″ width=”640″ height=”360″ align=”center” margin_top=”0″ margin_bottom=”20″]aHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vd2F0Y2g/dj16cVpVcVJfLUczOA==[/video_player]

Cinesamples lançou o Piano in Blue, uma biblioteca de samples de piano de cauda para o Kontakt.

Cinesamples Piano in Blue fornece uma oportunidade única para preservar uma parte importante da história da música nos dias finais do histórico estúdio Clinton Recording Studios em Manhattan que fechou as portas, destinado a ser transformado em um complexo condomínio moderno .
Um dos muitos tesouros contidos no estúdio foi este particular  Steinway Modelo D Concert Grand, que morava na Columbia Records Studio na 30th Street. A CBS 30 Street Studio, “A Igreja” talvez tenha sido o estúdio de gravação mais influente dos anos 50 e 60 aonde muitos álbuns lendários de diversos gêneros foram gravados.

Read More

Tal Dub III é um dispositivo de Delay, que funciona como VST, compatível com praticamente todas as DAW, pelo menos as melhores (Non RTAS rsss), e vem ganhando espaço nas mixagens mundo a fora.
DUB-III é muito fácil de usar e conta com algumas características especiais.
Uma característica que chama atenção é a peculiaridade de seu som, que é único.
Tem uma fase de saturação alias-free, não-linear 6dB low-pass e um filtro passa-alta de 3dB que estão incluídos no caminho do feedback do dispositivo.

http://kunz.corrupt.ch/products/tal-dub

O desenvolvedor ainda conta com o Tal-Dub e Tal-Dub II com recursos sonoros bem interessantes, capaz de gerar sons que vão chamar sua atenção.

TAL-Dub-3.zip (windows vst 32bit host)
TAL-Dub-3-x64.zip (windows vst 64bit host)
TAL-Dub-3.vst.zip (osx vst 32bit host)
TAL-Dub-3.component.zip (osx audio unit 32bit host)

É difícil escolher um delay com tantas variedades. O que está claro é que o mercado de plug-ins para delay agora é grande e variada.
Cada um dos 10 plug-ins que escolhemos para você aqui fará seu trabalho quando se trata de uma mixagem, com alguns sendo particularmente quentes e cheios de personalidades, outros se destacam quando solicitados a produzir sons selvagens e loucos, enquanto alguns se especializam em efeitos widening estéreos e chorus.

O critério usado foi baseado em entrevistas e enquetes mundo a fora e também por experiência própria 😉
Tudo isto significa que há um efeito de Delay por aí para todos. Continue lendo para encontrar o seu favorito.

Waves H-Delay

Waves H-Delay

Waves H-Delay

Delay com estilo vintage, simulação digital e de fita. Apresenta uma emulação de delay de fita imitando os efeitos e um botão de lo-fi para emulação digital, este é um dos favoritos de muitos profissionais. Mais informações: www.waves.com/Content.aspx?id=9112

Audio Damage Discord3

Discord3

Discord3

Algo um pouco diferente, este é um delay pitch-shifting que pode criar muita excitação, texturas espaciais e alguns efeitos widening estéreos fantásticos. Mais informações: www.audiodamage.com/effects/product.php?pid=AD025

PSPaudioware PSP 85

PSPaudioware PSP 85

PSPaudioware PSP 85

Com base na PSP 84 (acho que de um par de 42s da Lexicon em esteróides), este será um wow-lo com tudo, desde um pahser até um chorus com redemoinhos atmosféricos. Mais informações: www.pspaudioware.com/plugins/delays/psp_85/

Rob Papen RP-Delay

Rob Papen RP-Delay

Rob Papen RP-Delay

Um delay do tipo faz tudo, com características unicas e bem utilizáveis, uma série estonteate de linhas de delays e uma seleção surpreendente de presets para você começar. Mais informações: www.robpapen.com/rp-delay.html

Universal Audio RE-201 Space Echo

Universal Audio RE-201 Space Echo

Universal Audio RE-201 Space Echo

Uma emulação oficial de um clássico da Roland. Bom para efeitos chorus e delays dub, e completa com a degradação de fita maravilhosa que você espera dessa unidade. Mais informações: www.uaudio.com/store/chorus-delays/roland-re201.html

Soundtoys EchoBoy

Soundtoys EchoBoy

Soundtoys EchoBoy

Ecoando como clássicos delays analógicos dos últimos 50 anos, esta é a escolha de profissionais de inúmeros países, e tem alguns outros truques também. Mais informações: www.soundtoys.com/products/EchoBoy/

Nomad Factory Echoes

Nomad Factory Echoes

Nomad Factory Echoes

Echoes capta a vibração harmônica e espírito de vários delays vintage altamente procurados, adicionando calor e o caráter a qualquer coisa que você passar por ela. Mais informações: nomadfactory.com/products/echoes/index.html

Ohmforce OhmBoyz

Ohmforce OhmBoyz

Ohmforce OhmBoyz

O OhmBoyz  é perfeito para dance e pop, oferecendo tudo, desde ‘intermináveis’ delays, distorções pads como efeitos. Mais informações: www.ohmforce.com/ViewProduct.do?p=OhmBoyz

u-he MFM2

u-he MFM2

u-he MFM2

More feedback Machine 2. Este é o sonho de um experimentalista, o mais completo que já vi em termos de sons e funções. Mais informações: www.u-he.com/cms/mfm2

FabFilter Timeless 2

FabFilter Timeless 2

FabFilter Timeless 2

Nem uma potência experimental ou um delay clássico, o que define este o Timeless para nós é o seu doce som, interface utilizável e exuberante e efeitos filter bem legais. Mais informações: www.fabfilter.com/products/timeless.php

Maschine Mikro dois teros do tamanho e peso do hardware da antiga verso

Para aqueles que não esto familiarizados com a Native Instruments Maschine, basicamente um pacote com software completo de produção musical e um controlador de hardware dedicado.O novo Maschine Mikro praticamente o mesmo hardware original/sistema de produo de software lanado em maro de 2009, com o software atualizado claro e menos alguns centmetros de controlador.

Maschine MIKRO a entrada perfeita no mundo Maschine, dando-lhe relevo, controle em mos para produo de batidas e samples. Esta última versão da famlia tem o mesmo software poderoso de 6 GB de bibliotecas de samples, como seu irmão mais velho, assim como os pads que respondem em um controlador mais compacto e porttil. Maschine MIKRO faz uma adição perfeita para qualquer tipo de produo, possibilitando criar os seus rítmos e grooves com suas mãos, tanto no estúdio quanto no palco.

Então, se o ditado “Nos menores frascos esto as melhores fragâncias.” são verdadeiras?

Tanto quanto eu gostava da versão original do Maschine, ao longo do tempo descobri que mesmo que eu goste de ter vários botões e sliders em meus controladores, e eu quase não uso mais do que um punhado deles mesmo quando a produão feita em meu pequeno Home Studio. O controlador Maschine original, lindo como , apenas um pouco exagerado para as minhas necessidades. Eu estava animado para ver logo essa nova versão 🙂

Se você estiver familiarizado com o controlador Maschine original você vai notar que hà bem menos controles do que na versão Mikro. O botão rotativo um ao lado do visor LCD permite acessar os parmetros mais comuns, navegando pelos menus. Isto, obviamente, leva um pouco mais de cliques nas páginas para chegar onde você precisa.

O Mikro vem com 28 botões para seleção de parmetros na direta, enquanto que o controlador original tem 41. Em vez de usar botes e grupos dedicados, a Mikro permite a seleção do grupo usando um único botão, em combinação com as duas linhas superiores da seção de pads.

O Mikro tem apenas uma tela LCD, metade do tamanho do que o da Maschine, mas ainda tem uma boa quantidade de espao (128 por 64 pixels). O transporte, modificador, e sessões de pads são quase idênticos em ambas as unidades do Maschine.

Fiquei feliz em ver que os 16 pads iluminados no Mikro que coincidem com as encontradas em de seu irmo maior. Eles têm o mesmo tamanho e sensação, um pouco mais suaves e mais leves para o toque mesmo.  Muito legal.

Paraobter mais detalhes sobre as diferenças entre ambos a Native Instruments fez uma lista de comparao.

Uma coisa que permanece a mesma para ambos são os pacotes do software.  A versão Mikro vem com o software de produão mesmo com todos os recursos  musicais incluindo um sequenciador, AU/VST, samples, toneladas de efeitos de alta qualidade, já na versão 1.7.2, esta parte do Maschine está cada vez melhor. Aqui está uma lista das principais características do Mikro:

  • Ultra-portátil e-road, qualidade comprovada de construo, com os mesmos Pads de alta qualidade e o software exatamente o mesmo, Maschine.
  • Oferece Unidades para hostear plugins VST e Audio Units, mais perfeita integrao ao Komplete 8 – Procure instrumentos do Komplete e efeitos diretamente no navegador do Maschine MIKRO.
  • Atalhos de hardware inteligentes oferecem acesso rápido a funções de software e controles essenciais.
  • Tela de alto contraste e Pads retroiluminadas para feedback visual clara no estúdio ou no palco.
  • As características clássicas do groovebox: 16 níveis de velocidade, swing (sons, grupos globais), pad-link, repetição de nota, MPC 60/SP emulação de amostragem 1200.
  • Integração Completa: Importar Rex2 arquivos e programas MPC e exportação MIDI ou udio atravs de arrastar e soltar, use Maschine dentro de uma DAW como um plug-in VST, udio Units ou RTAS.
  • Conecte-se iMaschine – projetos de importao iMaschine para futuros trabalhos e sintonia fina.
  • Inclui elementos Komplete, com mais de 1000 sons, e um e-Voucher no valor de R $ 30 para Expanses Maschine ou outros instrumentos Komplete e Efeitos na loja NI Online.
  • Inclui um total de 6 GB de biblioteca de sons do Maschine: 18.000 samples, 7.000 + one-shots, 400 loops em fatias, 300 kits de bateria com mais de 1.400 padres, 388 samples de instrumentos, 170 FX/multi-FX presets e 60 projetos de demonstrao.

Eu esqueci de mencionar isso antes, mas provavelmente bom saber que eu no estou procurando algum tipo de fluxo MPC de trabalho onde você faz tudo, desde o hardware. Quase tudo feito sentado atrás de uma tela de computador, com teclado e mouse ali. Na maioria das vezes o que eu prefiro usar o software, porque ele muito mais rápido e mais intuitivo para mim. Se você está procurando trabalhar principalmente a partir do controlador por exemplo, para executar ao vivo o Maschine regular provavelmente é a melhor opção. Trabalhando em modo autônomo, Maschine fornece tudo que você precisa para compor faixas completas. No entanto, eu uso predominantemente como um plugin em minha DAW (REAPER). Não porque o Maschine não bom como um host/sequencer/DAW, mas porque simplesmente se encaixa no meu trabalho de uma forma bem melhor.

Maschine em modo autnomo

Agora com todos estes sons na ponta dos dedos, muita coisa, mas os controles da versão Mikro impõe algumas limitações para o fluxo de trabalho. Navegando pelo hardware um pouco mais tedioso, com apenas a “uma tela + um boto de combinao. Navegando através dos menus de sons, efeitos, etc, um pouco mais demorado. Também com um botão rotativo obviamente você no pode ajustar mais de um parmetro ao mesmo tempo, a menos que voc configure algum tipo de macro, de modo que você pode querer usar um controlador adicional. Parâmetros de automação não possível diretamente do hardware também.

Já tenho um grande número de botões e controles deslizantes à minha disposição com o meu teclado controlador Novation, e do LPD-8 Akai se tornou meu melhor amigo para a gravação de parmetros rápidos e fácéis, por isso não é grande coisa para mim.

Tudo bem, isso é Maschine Mikro em poucas palavras. Eu posso imaginar que há temas que você gostaria de saber mais sobre. Eu não propus a escrever um livro, ento ao invés disso eu convido você a usar o formulário de comentário abaixo, se você tiver algumas perguntas específicas sobre o Mikro.

Uma maneira fácil e rápida para se familiarizar com Maschine Mikro é verificar o manual e nos turoriais práticos e vídeos online.

Eu acho que a Native Instruments fez uma jogada inteligente com o Mikro. Seu fator de forma menor vai apelar aos produtores em movimento, ele se encaixa facilmente em sua mochila e aqueles que precisam de cada centímetro a mais de espao em seu estúdio, enquanto os indecisos, que realmente não podiam justificar a obtenção de um pedaço de engrenagem, agora pode muito bem ser persuadido a saltar em quase a metade do preço do pacote regular.Esquecendo o Maschine original por um segundo, eu diria que o Mikro tem os seus próprios méritos. O software amadureceu muito bem e com o seu destaque de e sampler sequenciador completo, efeitos built-in, host de plugins, e incluiu uma grande biblioteca de sons, Maschine pode confiantemente competir com DAWs modernas. Claro que não necessariamente vai substituir sua atual, mas a DAW Maschine certamente é mais do que um seqenciador de loop/batidas simples. O hardware é bonito, robusto, e uma verdadeira alegria para trabalhar. O controlador também o que eu acho mais atraente sobre Maschine Mikro. Os Pads são perfeitos,  diferente de tocar um teclado MIDI ou música de programação com o mouse e o teclado do computador. A superfcie tátil me permite transferir o que está em minha cabeça para o meu computador com facilidade.

Mikro Maschine é nada mais do que uma ferramenta para ajudá-lo em sua música a partir da idéia na realidade. Para mim, serve a este propósito muito bem.

BigMono
FormatosQuem acompanha o  som binário sabe que estou sempre postando ferramentas profissionais gratuitas ou com preços bem em conta, descobri uns samples de bateria bem legais,  Big Mono, uma amável Ludwig gravada em uma sala bem tratada, com caixa Dynasonic, alguns Zildjians, e um passeio pelos Sabian para dar sorte 😛

Read More

neb3pro_icon_smaller_croppedExistem milhares de plugins pela internet, inúmeros desenvolvedores, e estou sempre atrás de coisas que REALMENTE são boas.

Esqueça tudo o que você já viu e ouviu sobre emulação de hardware ou plugins baseado em IR (Impulse Response, Ex: Altverb, Waves IR, etc…). O Nebula também utiliza IRs para o processamento de áudio, capturados de equalizadores, pré amps, compressores, reverbs e uma grande variadade de hardwares de vários sabores e texturas, incluindo vários equipos que passam longe do meu modesto orçamento. A diferença é que eles usam essa técnica de uma maneira bem diferente dos demais.

Estou usando a versão gratuita do Nebula 3, e de cara já senti uma outra vibe nas minhas mixagens, guitarras mais quentes, baixos mais encorpados e reverbs menos sintéticos.

Imagine então a versão Pro, que tem bem mais recursos e utilização de tecnologia mais “porrada!” E isso tudo por R$ 270,00. A de se pensar…

Conversando com um amigo que comprou a versão Pro (Ederson Prado), a coisa muda bastante, basta ver as opiniões das pessoas nas redes sociais e fóruns.

O realismo das emulações são impressionantes, chega muito próximo do real, vendo comentários de engenheiros experientes e ouvindo mixagens feitas utilizando o Nebula 3 pro fiquei mais confiante ainda de comprar a versão “PRO” desse plug-in.

O Nebula emula o caráter e a personalidade do hardware analógico com rigorosa exatidão. Quer se trate de equalizadores de alta complexidade, compressores clássicos, o os mais recentes reverbs, ou os efeitos vintage de variação de tempo como phasers e flangers, o “Nebula 3 Pro” tem tudo isso. Conta também com mais de 400 presets incluídos, você estará adicionando o calor do analógico para o digital nas suas mixagens com bastante exatidão.
Além das opções predefinidas, os clientes também podem desfrutar dos benefícios de uma coleção enorme de bibliotecas para programa de qualidade criado especialmente para o Nebula é certificado por 3 desenvolvedores, incluindo um pré demo totalmente funcional.

Nebula3 Pro possui uma interface completamente redesenhado, e pode ser executado utilizando as mais recentes técnicas de processamento CUDA, aliviando a tensão em seu CPU.

TUTORIAL DE USO  DE NEBULA:  https://www.sombinario.com.br/nebula-uso-basico/

Site do Nebula: http://www.acustica-audio.com/

Para baixar a versão gratuita do Nebula 3 Free é necessário fazer um cadastro no site e adicionar ao carrinho de compras a versão free e efetuar o download.

http://www.acustica-audio.com/index.php?option=com_virtuemart&Itemid=122

O Nebula 3 conta com versões para Windows 32 e 64 bits e MAC OS

Steinberg Padshop um sintetizador granular orientado para sons de pads, o mais novo membro da família de instrumentos virtuais do fabricante alemão.

Nos últimos anos a Steinberg têm vendido outros instrumentos, como Halion Sonic, que apesar de ter motor de síntese também incorpora uma biblioteca de samples baseada em Rompler, a própria Steinberg apresentou-a como uma estação de trabalho.

Padshop, é um sintetizador de dupla camada granular, com um oscilador em cada um, que pode ser editado e processados independentemente uns dos outros. De acordo com a Steinberg, esta extensa lista de parâmetros editáveis que permitem criar sons ricos e complexos. Além dos controles de osciladores, incluindo ferramentas adicionais são por exemplo, dois envelopes de controle, dois LFOs, 12 tipos de filtros, efeitos de seção e um step modulator que aumentam suas chances ainda mais . Steinberg Padshop inclui 400 presets de fábrica e uma coleção de samples chamadas SSoftGrain Wave ROM que podem ser carregados em osciladores para obter novos sons.

Destaques:

  • sintetizador granular com dois osciladores independentes
  • 12 tipos de filtros
  • Step Modulator
  • Dois LFOs mais dois controles de envelope (ADSR)
  • Mais de 400 presets + Softgrain WAVE ROM
  • Modos Mono/Poly com legato e Glide
  • Requer chave eLicenser

Steinberg Padshop estar disponível em Fevereiro dia 29 com o custo de 49,99.http://www.steinberg.net/en/products/vst/padshop/details.html