Archives março 2012

Variety Of Sound lançou ThrillseekerLA, um amplificador estéreo digital de nivelamento com qualidades verdadeiramente analógicas.

ThrillseekerLA não só introduz capacidades de ganho suave, mas em primeiro lugar dispõe de um estágio e amplificador não-linear que se baseia em uma não-linearidade com uma coloração cremosa de sinal.

Características do ThrillseekerLA:

  • Ganho sofisticado e profundo cheio de carácter musical e atitude, mas com praticamente nenhum artefato de distorção – inter-modulação (IM)
  • Desing de Feedback com ou sem atraso de qualquer taxa de amostragem com base no circuito.
  • Nível de entrada clássico, dois knobs com controles adicionais e intervenções de release.
  • Altamente programavel com envelops de tempo dependente, oferecendo tempos de ataque, que vão desde “instantaneos” até cerca de 100ms de tempo de liberação de 30ms até alguns segundos.
  • Misture aternando o nível para adotar ganho interno ao nível da mix em torno de 18dBFS.
  • SC personalizado com opção de filtro para atenuar a resposta de graves, SC um pouco aumentando o espectro de HF.
  • Um pólo adicional (6dB por oitava) SC decotado, ajustável filtro de 20 a 500Hz.
  • Suporte para Sidechain externo.
  • Entrada comutável/GR/display de medição de saída.
  • Controle da faixa variável de compressão de 0 a 100%

ThrillseekerLA para Windows (VST) está disponível como freeware. – DOWNLOAD

Mais informações: Variety Of Sound/ThrillseekerLA

Vamos direto ao ponto sobre Masterização

Muitas pessoas não entendem o que é o processo de masterização ou pós-produção, e o vêem como um gasto desnecessário.

Após terem levado meses de trabalho num projeto, é comum terem dificuldade em entender como um estranho possa melhorar o produto final. Afinal de contas, se a mixagem não estava boa não deveria ter saído do estúdio!

Basicamente, a masterização acontece após a gravação ter sido mixada, e antes da fabricação do CD. Ou seja, é a última etapa criativa do projeto mas também é a primeira etapa no processo de fabricação. Todo lançamento de uma grande gravadora é masterizado para prepará-lo para a execução em rádio e venda ao público.

A razão?

Um bom engenheiro de masterização pode colocar todo o trabalho em perspectiva, equilibrando sutilmente a conexão entre as faixas, mantendo o foco no projeto como um todo.

No estúdio, o artista grava uma música de cada vez, o que pode resultar em níveis e  equalizações diferentes para cada uma. O engenheiro de masterização procura uniformizar o projeto com o uso hábil da equalização, compressão e outros recursos, de forma a manter o som consistente de uma faixa para outra, e também garantir o resultado desejado num equipamento de áudio estéreo comum. Esse processo de masterização também permite ao engenheiro aumentar o nível global do trabalho, de forma a deixá-lo tão bom quanto as gravações dos melhores selos.

A masterização também pode ser útil para corrigir problemas como “pops”, defasagens e ruído em geral, mas a principal vantagem da pós-produção é a avaliação imparcial de um profissional que pode assim determinar se a qualidade do trabalho está boa ou não.

Aqui no projeto SomBinário Music oferecemos capacitação voltada ao produtor moderno, que usa softwares, plugins, tudo usando o computador. Muita gente está revolucionando a própria carreira de forma independente gravando e produzindo seu próprio trabalho. Da uma olhada nessa página que deixei alguns cursos disponíveis: https://www.sombinario.com.br/