Archives dezembro 2021

Mixagem desorganizada é mixagem ruim

Se tem uma coisa que o tempo me ajudou a perceber é na questão de organização e mentalidade focada na mixagem. A grande maioria dos iniciantes e muitos até com tempo de estrada ainda se perdem muito durante a sessão de mixagem.

Falo mais a respeito nesse vídeo curso de 1 minuto apenas. Um minuto para abrir sua mente para um caminho mais eficiente na mixagem.

Faça o cone do falante se movimentar com essa dica poderosa!

Um dos maiores desafios de uma boa mixagem de Trap é a junção do Kick com o Bass 808. Esses dois elementos são importantíssimos e diz muito sobre a estética do próprio estilo.

O grande problema aqui é que o Kick e a 808 ocupam praticamente o mesmo espaço no campo de frequência, e aquele grave lindo pode ser totalmente prejudicado, e você tenta usar algum EQ ou algo pra trazer esses graves pra cima, mas o máximo que consegue é deixar a mixagem bem embolada, e se tentar mais um pouco acaba distorcendo tudo.

Diferente de outros estilos musicais eletrônicos como Psytrance, onde o Bass segue repetindo as mesmas notas por longos períodos, no Trap as notas mudam acompanhando geralmente uma progressão de acordes, e isso acaba tirando um pouco de energia da track por conta do defasamento natural que o choque com o 808 e o Kick vão ter durante a música.

Quando os dois tocam a mesma nota, temos Kick e 808 em perfeita fase, mas quando a nota do 808 muda, o Kick não vai acompanhar, porque ele está opera em uma nota estática, sempre batendo a mesma frequência. Esse sempre foi um dilema na minha cabeça, então bolei uma técnica que resolve muito bem essa situação.

Me inspirei em várias produções de psytrance e resolvi adaptar para o universo do Trap, e para isso ser possível eu apenas faço uma tarefa de automação durante a performance para ajustar a fase de cada nota do Kick para casar perfeitamente a fase da cauda do Kick com a 808. Então quanto mais notas diferentes tiver seu 808, mas trabalho você vai ter, mas garanto que vale muito a pena.

.

.

Volume não é Qualidade

Nesse pequeno vídeo mostro na prática como você pode achar o volume ideal para sua track, chegando no máximo de volume dela sem distorcer e comprimir muito sua música.

Hoje em dia as pessoas se guiam muito pelos medidores sonoros, números, etc… E confiam totalmente nesses números, ISSO É UM ERRO.

Lembrando que se você quer altos níveis de loudness, não é no limiter que você vai conseguir isso. Essa é uma tarefa de produção e mixagem, e não de masterização.

Em uma das novas aulas que vão entrar agora no início de 2022 na plataforma FM3, vou ensinar algumas técnicas para você alcançar um alto nível de loudness sem tocar no limiter. Apenas com a mixagem, plugins na master apenas para dar um toque final, e não buscar ganho.

 

SplitEQ™ é um EQ inovador que oferece uma abordagem fundamentalmente nova para a equalização de áudio corretiva e criativa.

É excelente em reparar, reequilibrar, aprimorar e ampliar qualquer fonte musical ou sinal de áudio. SplitEQ é uma ferramenta cirúrgica para corrigir problemas particularmente desagradáveis ​​e uma ferramenta criativa, pois abre novas possibilidades musicais emocionantes. Mais do que apenas um EQ, é uma ferramenta nova e melhor.

À primeira vista, é um equalizador paramétrico com 8 bandas de filtros musicais precisos. O que há de novo e diferente é o poderoso mecanismo de divisão estrutural da Eventide, que divide o áudio de entrada em fluxos transientes e tonais separados que alimentam as 8 bandas. Essa abordagem torna os problemas comuns de EQ fáceis de resolver, mesmo em uma combinação complexa.

Quer suavizar os transientes? Use o controle deslizante de ganho de Transiente.
Remover plosives ou de-ess? EQ apenas o transiente.
Reduzir ressonância de uma caixa de bateria? Coloque um filtro nos médios Tonal.

Aplicando EQ e panning para Transient e Tonal separadamente, você pode corrigir muitos dos problemas normalmente atacados usando combinações complexas de EQ, compressão, transient designers, de-essers, compressão multibanda, processadores espaciais ou EQ dinâmico. Simplifique e organize seu fluxo de trabalho, obtenha melhores resultados e crie novos sons.

Explorando o Eventide SplitEQ @EventideAudio

Teste o SplitEQ de graça durante 30 dias sem limitações! CLIQUE AQUI

Siga a Eventide no Instagram: @eventideaudio

Aquele teste rápido pra ver se é bom

Um plugin bem poderoso para dar aquele acabamento extra em seus sub grupos (Mix BUS).

Imagine um único efeito que pode ser usado em trilhas individuais, da caixa ao sintetizador; em seus canais de BUS para belas dinâmicas; no seu master estéreo para aquele polimento instantâneo que você está procurando.

Imagine ser capaz de incorporar a qualidade de equipamentos analógicos de valor inestimável e técnicas avançadas de mixagem paralela favorecidas por profissionais do setor por décadas, diretamente em sua DAW.

De ajustes delicados a ousadas, Bus FORCE é construído para acender a energia de sua mix, com processamento paralelo ultra-poderoso que é muito fácil de operar.

Masterizando com Arturia Bus Force

Como usar o compressor de forma eficiente e rápida na mixagem de voz!

Nessa dica de hoje vou passar um fluxo de trabalho bem otimizado para você render mais quando precisar usar o compressor em vocais, alcançando rapidamente de forma cirúrgica onde realmente o compressor precisa atuar. Nesse vídeo de apenas 5 minutos você vai entender um workflow que vai salvar sempre suas mixagens de voz.

Como começar bem com o compressor e ainda treinar a audição crítica em uma das ferramentas mais difíceis de se perceber o som.

Reverb a gente percebe bem, equalização, etc… Mas as mudanças mais sutis de dinâmica um iniciante dificilmente percebe algo, e sem essa percepção fica muito difícil alcançar ótimos resultados.

Uma outra vantagem imbatível dessa forma de trabalho na compressão, é que você treina mais os seus ouvidos para detectar até as menores oscilações de dinâmica. Se você está iniciando, trabalhando dessa forma você vai ter uma audição muito mais precisa ao aplicar compressões na sua mixagem, principalmente em vocais, que é o caso dessa dica:

Explorando as curvas

Em um vídeo anterior recomendei 4 tipos de equalizador que você precisa ter, e dessa vez vou continuar no mesmo assunto entregando um pouco mais valor nessas dicas!

Nesse vídeo vamos nos aprofundar no conceito de mentalidade ao usar equalizadores na mixagem. Você vai entender como diferentes tipos de equalizadores podem resolver os mesmos problemas, mas de uma forma diferente. Com isso em mente podemos realizar na prática como as possibilidades são grandes em termos de tonalidade.

Mentalidade Musical com Equalizadores