29 de maio de 2024

SomBinario

Home Studio na Prática

Presonus Studio One, REVIEW

3 min read

Ainda vejo  poucas pessoas falando do Studio One, recentemente recebi uma gravação de um amigo de Portugal feita no Studio One, ia consolidar para mixar no Pro Tools, mas quando vi já estava mixando confortavelmente usando apenas os plugins do Studio One. É uma das melhores DAWs se não a melhor que já trabalhei nos últimos tempos, funções simples como zoom, e disponibilidade de ferramentas corriqueiras, todas na sua frente, menos clicks e mais resultados. Não vou ficar falando o que ela faz que as outras não fazem, prefiro perguntar, o que você faz que aquele cara não faz com tal ferramenta, entende? A única forma de você avaliar uma DAW é usando ela de verdade, gravando e mixando um projeto completo e o Studio One ainda conta com uma suite de masterização fantástica e completa. Pretendo criar um post falando apenas dessa parte do Studio One.

E esse papo que  é preciso ter uma DAW que é padrão no mercado se não você não ganha dinheiro é uma das coisas mais estranhas que já li nos fóruns aqui no Brasil ultimamente, essa cultura que estão tentando implantar na sua cabeça parece mais um papo de vendedor do que de um PRODUTOR MUSICAL, por aqui falam muito de pro tools, legal, pro tools é legal, você vai em um grande estúdio na Europa, você ver o Cubase, você vai em um grande Studio nos EUA e ver o Sonar ou o Pro Tools, legal.. Mas aqui no Brasil a coisa fica muito exagerada, vejo um monte de gente usando Pro Tools com trabalhos horríveis, não aprenderam ainda a captar um instrumento direito e investem em um sistema HD

Se você ta lendo isso e está começando, cuidado com aquele papo de “DAW padrão do mercado”, não encane com isso, você vai seguir os passos de vários que deram com os burros n’agua. Dai eu me pergunto, vale a pena ficar levantando uma bandeira de um sistema de gravação? Sendo que o fator principal é a música e a produção musical que se faz em cima?

Pro Tools é muito bom, assim como Cubase, Sonar, REAPER, Studio One, Samplitude, Logic, blah blah… Mas essas DAWs não vão fazer sua mix, gravação e música soarem melhores, se você não tiver talento e saco para estudar, estudar e estudar, seu som vai continuar uma  droga em qualquer DAW, plugin e hardware, mesmo que você tenha gastado rios de dinheiro, nesse caso é até pior.

Então fica uma dica sincera de um amigo.

Segue nesse post um vídeo que fiz em 2012 assim que lançaram o Studio One 2, e está incluso em nossa vídeo aula do Studio One,  CLIQUE AQUI para mais detalhes de como adquirir a vídeo aula completa do Studio One 2 Professional.

 

Pros: Interface gráfica (GUI) muito bonita e de fácil uso, permitindo um uso mais objetivo nas tarefas mais requisitadas na vida real. Suite de Plug-ins abrangendo todo espectro de uma produção exigente, baixo consumo de CPU e memória em comparação aos concorrentes, ferramentas de edições avançadas e intuitivas.

Contra: Não da pra colocar uma imagem de instrumento na track…

Share this content:

Sobre o Autor

12 thoughts on “Presonus Studio One, REVIEW

  1. Cara, eu sou 1 desses caras q passou por algumas DAWS…Sonar, Nuendo e to fuçando no Cubase…ALias aprendendo ainda, pois costumo falar com os outros q fiquei bitolado no FL Studio…EU produzo Beats pra Rap/HipHop ja faz 1 bom tempo…Intao to estudando, perguntando, e aprendento devagar a ter bons resultados + profissionais com isso… Fiquei mto facinado com o STudio One tbem, comprei a Video-Aula aki e como o meu amigo Djcal Produções disse, esta DAW é foda msm…completa, facil de usar e os resultados sao foda…Vai de cada 1 msm, ouvido, e saber usar os plugins e tals…. Nada contra o resto…Mas estou migrando em definitivo pro Studio One 2…Valeu…

  2. E o legal é que se você pode continuar a usar o FL Studio dentro do Studio One via rewire e somar as duas ferramentas ao seu favor.

  3. Eu gravo com Studio One… e dou uma surra em trabalhos com outras daws…. quem é bom, sempre será bom em qualquer daw…. tem q ser bom de gravação isso sim… foda=se a Daw

  4. Cara vou lhe dizer, também testei diversas DAWS, Cubase, Logic, Sonar, Pro Tools, entre outras diversas, mais vou dizer que fiquei fascinado com o Presonus Studio One 2 Profissional. Tenho uma porrada de plugins, mais os nativos do Presonus é perfeito, funciona como eu gosto, usava muito o C1 compressor da Waves, que muitas das vezes me deixou a desejar nas compressões paralelas, esperimentei outros, mais também, falharam, ou criava um phase, ou nem dava resultado, usando o compressor nativo do Presonus, fiquei maravilhado, funcionou até melhor do que eu esperava, fascinante. Fora a simplicidade do Presonus para editar, mixar e claro a mega suite de masterização fantástica. Sou músico, beatmaker, produtor musical e audio enginner, produzo rap/hip-hop e reggae/dub, mixei um projeto de dub meu, rootdubbingproject, fiquei assustado com o resultado, fantástico como funcionou perfeito, masterizei e tive outra surpresa, loudness fantástico, usa recurso ITU 1770 r128, nem preciso dizer mais nada, gostei muito dessa Daw, pena que ainda tem cara que monopoliza Daw, não desmerecendo o Pro Tools, que também tem ótimas ferramentas, mais o problema é o preço e sou obrigado a ter interfaces Digidesing e investir caro em hardware, já o Presonus, levíssimo, sem travar nada, ao contrario das Daws que já usei, que trava, fica pipocando o som, e não funciona direito. Testado e Aprovado, Presonus Studio One 2 é classe "A"

  5. Eu já utilizei praticamente todas as DAWS mais conhecidas no Brasil, mas depois que conheci e usei o STUDIO ONE, todas essas plataformas ficaram para trás. Pequeno, leve, prático e simplesmente a melhor DAW para pequeno, médios e grandes estúdios de gravação.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.